quarta-feira, 21 de março de 2012

Pedras.




Brinquei com as pedras, inertes repousadas no tempo.
Movem-se nas tempestades.
Partem-se.
Obras de arte.
Na calma da solidão.
A sabedoria.
Quanta energia.
Contida.
Pedra.
Louco de pedra.
Louco por ti.
Louco por viver.
Partimos em busca de vida.
Particularidades.
Diversidades.
Instantes.
Na estante a pedra.
Na inércia muito fez.
Outros desvairados pouco fazem.
Perdem-se na obrigação.
Obrigação de viver.
De satisfazer.
No silêncio construímos sonhos.
Sonhar é com as pedras.

segunda-feira, 12 de março de 2012