domingo, 22 de novembro de 2009

Anjos e demônios








Quando pensamos em anjos e demônios imaginamos seres distantes em sua essência,será tão distantes assim?


Não ambos moram dentro de nós,com certeza você vai dizer que não,você é um santo sem erros,sem maldade,sem sentimentos mesquinhos e a cólera não toma conta do seu ser,tolo,hipócrita,não negue seu verdadeiro “eu”.

Estamos em constante conflito,já pensou quem vence mais essas batalhas interiores da sua alma?

Os anjos ou demônios?

É isso que faz a diferença,fortaleça cada dia mais seu anjo guerreiro,mas não mate totalmente seu demônio pois você pode se tornar uma pessoa vulnerável ao mundo que vive,cercado de predadores loucos para devorar sua alma!

Achou forte?Pesado?Loucura?Tudo bem,negue sempre e viva com ambos em seu interior,aprender a dominá-los é mais salutar e te torna mais forte!!!

Tenha o sim de um anjo e um não de um demônio,mas seja você o dono do seu corpo e mente,com certeza você sabe o que é certo mas as vezes erra,porque?Quem te influenciou?Pense em quem está a frente de seus pensamentos!

Deus te ama,mas não espere que Ele faça tudo para você,aprenda a viver,seja forte e use seus anjos e demônios do seu coração!!!



Micael Araújo Andrade

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Seus sonhos te tornarão feliz?



VALE A PENA LER DE NOVO


Havia, numa cidade, três pequenas árvores que sonhavam o que seriam depois de grandes.

A Primeira, olhando as estrelas disse:

:-Eu quero ser o baú mais precioso do mundo, cheio de tesouros. Para tal até me disponho a ser cortada.

A Segunda olhou para o riacho e suspirou:

:-Eu quero ser um grande navio para transportar reis e rainhas.

A Terceira árvore olhou o vale e disse:

:-Quero ficar aqui no alto da montanha e crescer tanto que as pessoas ao olharem para min, levantem seus olhos e pensem em DEUS.

Muitos anos se passaram e certo dia vieram três lenhadores e cortaram as três árvores, todas ansiosas em serem transformadas naquilo que sonhavam. Mas lenhadores não costumam ouvir e nem entender sonhos…Que pena!

A Primeira acabou sendo transformada em um cocho de feno.

A Segunda árvore virou um simples e pequeno barco de pesca, carregando pessoas e peixes todos os dias. E a Terceira, mesmo sonhando em ficar no alto da montanha, acabou cortada em grossas vigas, e sendo deixada de lado num depósito.

E todas as três perguntavam-se tristes. :-Porque tem que ser assim?

Mas, numa noite, cheia de luzes e de estrelas, onde havia mil melodias no ar, uma jovem mulher colocou seu neném recém-nascido naquele cocho de animais. E de repente a Primeira árvore percebeu que continha o maior tesouro que a humanidade pode receber.

A Terceira árvore, anos mais tarde, acabou transportando um homem de olhos claros de luz que certa vez, viajando com seus amigos, adormeceu no barco. E veio uma tempestade assustando os amigos, quando que simplesmente ao acordar disse ao mar revolto: “Sossegai”. O mar obedeceu e num relato a Segunda árvore entendeu que estava carregando o Rei de todos os Reinos da Terra.

Tempos mais tarde, num dia conturbado e triste, a Terceira árvore espantou-se quando suas vigas foram unidas em forma de cruz e um Homem foi pregado nela, pois fora condenado a morte embora inocente. Logo, sentiu-se horrível e cruel, mas três dias depois, o mundo vibrou de alegria e esperança, então a Terceira árvore entendeu que nela havia sido pregado um homem para a redenção da humanidade, e que as pessoas lembrariam de DEUS e de Seu Filho JESUS CRISTO ao olharem para ela.

As árvores tinham seus sonhos, mas as suas realizações foram mil vezes melhores e muito mais sábias do que haviam aspirado.

Portanto, se não souberes o porque de tudo, se todas as coisas ou algo te pareça estar em desacordo com teus sonhos mais justos, sossega, acalma-te, espera e não te esqueças nunca:

ELE SABE O QUE FAZ!