domingo, 25 de dezembro de 2011

Em terra de cego.......




Em terra de cego, quem tem um olho é rei.
Não tenho um olho, apenas vejo uma penumbra.
Sombras vagas do dia.
Pequenas porções de vida.
De sentimentos.
Ver um pouco além.
Parece bom.
É sufocante.
Loucura talvez.
Antecipar-se aos fatos.
Fatos mais que reais, além da mentira.
Mentiras para suportar a vida.
Todos mentem.
Pra sim mesmos.
Para todos.
Sinto o cheiro de discordância nas palavras,
o coração fala outra versão.
Mais crua e humana.
Sentir o cheiro da verdade sem hipocrisia.
As palavras se tornam vazias.
Os sentimentos escondidos atrás de gestos caridosos.
Inundam-me a alma de medo e angustia.
Angustia não compartilhada.
Louco seria.
Loucura ser verdadeiro.
Sentimentos destoantes nas almas.
Impregnadas de doutrinas.
De traumas.
De medos.
Ou vazias.
Á procura da matéria finda e inútil.
Somos seres errantes.
Certos que nunca erram.
Apenas omitem seu interior.
Escondem-se atrás de aprendizados vazios.
Não sentem o coração, apenas são programadas.
Consomem-se em amores vazios, depressões e úlceras corroem seu corpo e alma.
Lamentam porque não enxergam.
E quem apenas sombras sentem, sofrem por nada poder fazer.

Micael A. Andrade

domingo, 27 de novembro de 2011

Tempo vazio.




Tudo novo.
Momentos que passam.
Dias diferentes.
Mais um Sol á brilhar.
Um luar para iluminar.
Sou sempre o mesmo.
O novo e fresco dia.
Feliz e contagiante.
Passa o tempo, fica morno.
Voa o tempo e se torna frio.
O tempo esfria emoções.
Tudo que muito vive no nosso dia se torna monótono.
As mudanças trazem felicidade.
Precisamos beber na fonte da renovação.
Pessoas acomodadas apenas vivem, passam.
Quem ama viver está sempre inovando, mudando.
Dias iguais são tediosos.
Faça diferente.
Se humanize.
Repetição, deixe para as máquinas.
Viva o hoje, amanhã Deus te fará feliz.

Micael A. Andrade

domingo, 30 de outubro de 2011

Sentir




Sentir.
É hoje o dia da alegria.
Mais um dia.
Escolhemos o que sentir.
Ser feliz ou triste.
Muito bonito.
Na prática é utopia.
Você escolhe?
Pode fingir.
Meu silêncio parece tristeza.
Não é.
Alegria é falar demais?
Alegria é sinal de euforia?
Talvez sim.
Mas prefiro ser feliz internamente.
Muitos o são superficialmente.
Quantos felizes  ocos.
Funcionam com pequenas cápsulas entorpecentes.
Se escondem atrás de sorrisos rasos.
Consomem por consolo.
Sofrem e não aceitam o fato.
Porque a hipocrisia.
Porque sofrer sorrindo.
Sorrir por um instante.
Chorar por um minuto.
É equilíbrio.
Se for sempre preocupe –se.
Nos passos da paz caminho.
Em busca de sentimentos verdadeiros.
Sem demagogia.
Apenas observando.
Apenas vivendo.
Na maioria dos dias
tudo é  perca de tempo.
E o tempo é gasto por fúteis sentimentos.
No meu silêncio mora a alegria de ser.

Micael A. Andrade

domingo, 16 de outubro de 2011

Plantar





Acredite.
Sempre.
Não olhe pra trás.
Seja você.
Viva.
Não imagine.
Faça.
Não sonhe.
Realize.
O mundo te diz não.
Deus te quer feliz.
Podemos mais do que pensamos.
Nossa força é ilimitada.
A fonte inesgotável.
Deseje, queira.
De verdade.
Não engane seu coração.
Se agrade.
Se ame.
Você é especial.
E nasceu pra vencer.
Só depende de você.
Plante.
Deus fará crescer.
Cuidado com o que  planta.
Micael A. Andrade

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Vazio.




Os dias passam lentos.
Providencial presença.
Tarde escura.
Passos acelerados.
Um silêncio estrondoso na alma...
Derrepente o impacto.
O fim.
Vida passageira, passou.
Foi um dia vivida.
Tão querida.
Derrepente o nada.
O universo é um vazio.
Tudo inerte.....
Onde estou?
Onde queria estar.

Micael A. Andrade

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Passos.




Entre caminhos desconhecidos passei.
Entre vidas passei.
Entre emoções naveguei.
Pelas ruas estreitas do viver.
A tarde fria insólita!
Caminhando estou a procura de não sei o que.
Não sei o que procurar.
Não sei o que fazer.
Os dias escorrem entre meus dedos.
O tempo é companheiro da vida.
Passa o tempo, passa a vida.
Sem entender vivo.
Quem entende?
Somos tudo e ao mesmo tempo somos nada.
Tudo pode findar em instantes.
Somos o que vivemos.
Somos o que fizemos.
Somos vida vivida.
O tempo não importa.
Importa os feitos.
E os desfeitos.
Caminho lentamente pensando em nada.
Navego minha mente, minha alma.
E vejo tudo diferente a cada dia.
Ê mundão que gira e transforma,
é meu companheiro.


Micael A. Andrade

domingo, 11 de setembro de 2011

Espada




De espada em riste, punho serrado.
Coração aflito.
Sagaz é a morte á espreitar.
Cada respiração uma dor de medo.
Medo do que a por vir.
Medo de errar.
Medo de não mais vê os queridos.
O suor é como ácido na testa.
O sangue borbulha nas veias.
Trêmulo.
Ergue a espada, os gritos são para abafar o medo.
O s estridentes impactos de lâminas tomam conta do ar.
O sangue jorra no campo de batalha.
Vidas e alegrias  acabam , são consumidas rapidamente.
O  que resta é o orgulho de matar pela pátria, pelo clã, pelo feudo ou pela honra.
Onde está honra e glória ao ceifar vidas?
Qual a honra de matar a alegria da juventude?
Honrado é quem preserva a vida.
Ama viver e deixar viver.
Aos amantes da guerra resta o medo e o futuro curto da estupidez.
Seus medos o consumiram!


Micael A. andrade

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Pequenas solidões.



Pequenas solidões, sem razões.
Pouco tem razão.
Muita emoção, pouca ação.
Meus olhos fixos no chão.
Esperando uma resposta.
Só silêncio.
Silêncio que dói.
Silêncio que renova.
Silêncio ecoando no universo.
Silêncio ensurdecedor.
Minha alma se expande sem limite.
Meu corpo não suporta a pressão.
Desperto do sono latente.
Estou eu olhando para o chão.
Sem resposta, sem som.
Sem nada, apenas fé.
Fé no amanhã.
Fé na renovação.
Fé em Deus.
O que me resta é fechar os olhos e sonhar.
Sonhar sem culpa !

Micael A.Andrade

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Emoções e esperança.





Quando o tempo passa as emoções vão se esvaindo.
Menos intensas talvez.
Ausentes algumas vezes.
Éramos felizes e não sabíamos.
Sabíamos sim, éramos jovens.
Cheios de esperança e ingenuidade.
Acreditávamos na amizade.
Não se pensava no futuro.
Cada dia era tudo novo.
As emoções novas nos enchiam de vida.
O tempo passa e tudo muda.
A vida perde um pouco a cor.
Se você quer se enganar tudo bem.
A fantasia nos faz suportar a vida.
Prefiro a franqueza da realidade.
Tento conservar mais emoções.
Para não apagar a chama da vida.
Emocione-se.
Tenha esperança quando tudo te diz não.
Acredite na amizade mesmo que sofra depois.
Afinal amigos são renováveis.
Fantasie um pouco, parte da sua vida é ilusão.
Criamos a vida.
Somos aquilo que pensamos ser.
Nem sempre somos o que pensamos ser.
Somos mais um.
Tentamos ser diferentes.
Somos todos iguais.
O que muda é o quanto ainda se emociona.
O quanto tem esperança.
Esperança é esperar.
E esperar ás vezes cansa.
Mas a vida não para.
Porque esperar?
Na verdade temos a eternidade.
E as emoções combustíveis da vida!

Micael A. Andrade

Amadurecer.





Não importa o que aconteça, será sempre passado! Não sofra por ontem viva o hoje e faça um futuro melhor, os fracos se entregam e os fortes aprendem e amadurecem!!

terça-feira, 9 de agosto de 2011

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Espera.



Triste caminhar, triste pensar.
Triste estar só em meio ás pessoas.
Triste viver.
Cada dia uma luta, uma labuta.
Cada suspiro uma dor sem explicação.
Em cada um vejo desconfiança.
Tenho fé em Deus.
Mas nas pessoas perdi.
Vivo cansado de usar máscaras a todo tempo.
Sou  menino preso ao corpo de homem.
Sou alma livre em mundo de cegos.
Quanta tolice a minha volta.
Quanto mal querer, se quero o bem querer.
Cansado de falsidades e mentiras.
Cansado de estupidez gratuita.
Sempre correndo atrás do vento.
Minha felicidade mora em outro lugar.
Um dia lá estarei.
E talvez poderei ser feliz plenamente.
Por enquanto agradeço pelo que tenho.
Agradeço por aqui estar para aprender.
Aqui estou por que sou falho e quero melhorar.
Estou aqui para viver  e vida é feita de emoções!
Momentos, sentimentos, decepções, felicidades e sorrisos.
Calma coração, agüente mais um pouco.
Tudo passará e eu me encontrarei novamente.

Micael A. Andrade

sábado, 30 de julho de 2011

Nossa Senhora.

 

Mãos estendidas.
Mãos caridosas.
Mãos de mãe.
Em teu colo encontro conforto.
Em seus afagos esperança.
Intercedendo por seus filhos.
Trazendo alento.
Trazendo paz!
Algumas vezes te ignoram.
Até mesmo odeiam.
Triste isso.
Mas em suas mãos encontro a fé.
A fé no amor.
A fé na humildade.
Mãe querida, me abençoa.
Abençoa meus irmãos, apesar de tudo.
Me cobre com teu manto sagrado.
 Sou grato pelas bênçãos.
Sou grato por me amar.
Mãezinha querida abençoe a humanidade!!


Micael A. Andrade



segunda-feira, 25 de julho de 2011

Lastimar.




Lastimas lastimáveis!
Seu dia, seu viver.
Sem encanto, no seu canto.
Sem avanço.
Espera algo acontecer.
Algo ter.
Viver é fazer, criar.
Viver é caminhar.
Sem parar.
Sem pestanejar.
Plante para colher.
Para ter.
As possibilidades são muitas.
Depende da disposição.
As possibilidades são infinitas.
Depende da disposição.
Da emoção.
Do coração.
E da alma!

Micael .A. Andrade

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Alma suspensa.



Alma suspensa, vagando entre mares.
Entre céus!
Minha alma voa sem rumo.
Minha alma alva e calma.
Sem dores e cores.
Pálida e cálida.
Sobrevive.
Vive.
Sonha.
Somos sonhos e fragmentos.
Não se acanhe, se ame.
Não tema, viva o momento.
Não julgue, perda de tempo.
E tempo não existe.
O que é certo?
Quem está certo?
Não importa, Ele só quer amor.
Sem dor, sem mazelas.
Voando entre linhas tênues.
Minha alma vagueia na esperança de ser feliz.
Serei pleno na felicidade.
Quando minha alma for plena de amor.

Micael a.Andrade

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Tolice e coragem.



Coragem ou tolice?
Quem é tolo ou corajoso?
Difícil separar.
Mas possível.
Tolo é imprudente.
Corajoso é sábio.
Muitas vezes coragem é silenciar na hora certa.
Saber esperar em meio á tempestade.
O tolo se debate e grita no vazio.
Um guerreiro de coragem espera o momento exato do golpe final,
com a frieza  de poucos.
O tolo ataca como louco e logo sucumbe.
A coragem é admirada.
A ira desprezível .
E a tolice assola a humanidade.
Prontos a atacar.
Prontos a se debaterem histéricos.
Prontos a serem tolos com vendas nos olhos.
Deus me de coragem para suportar.
Suportar os histéricos vazios e errantes que dominam a Terra.
Procuro apenas a luz.
Procuro coragem para me enxergar como realmente sou.

Micael a. Andrade

Círculo.



Silêncio.
Ouço o eco das almas.
Sinto a presença.
O suspiro da vida.
A música silenciosa do universo embalando meu espírito.
Os sinos ecoam a magia de viver e girar.
Girar como louco na chuva.
Girar o planeta.
Circular é o universo.
Infinitamente sem parar.
O sol escaldante sobre minha pele.
Faz me lembrar que sou matéria.
Por um instante fora de mim.
Por um instante fui eterno.
Somos eternos, somos circulares.
Girando a vida.
Quadrados acabam e não se movem.
Quadrados morremos e depois nos tornamos círculos!

Micael a. Andrade

terça-feira, 5 de julho de 2011

Dias e vida.



Meus dias confusos e difusos.
Meus dias de alegria, de agonia.
Complacente é meu olhar diante da vida.
De verdades vivo.
Prefiro a realidade e a verdade.
Meus sonhos são palpáveis e alcançáveis.
Instável sou, inconstante neste instante.
A constância é monótona.
Quero sorrir e cantar.
Se me permitirem.
Mentira não preciso de permissão.
Faço o que é melhor para mim.
O julgamento é rápido e a punição severa!
Somos julgados diariamente.
Porque se preocupar se serei julgado.
Apenas me preocupo em amar e viver.
Não procuro nada, deixo a vida fluir.
Minha alma é livre.
Realmente livre.
Conceitos não me amarram.
Deus me dá liberdade.
E ninguém á de tira –lá.
Agradecido sou, infeliz às vezes e feliz sempre.
Os desafios são superados.
E na vida borbulhante recebo os afagos de Deus.
Deus de Luz.
Minha fonte inesgotável de paz e amor!
Não espero redenção, nem mesmo salvação.
Deus me dá o necessário.
A vida.
A fé.
Micael A. Andrade

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Doce prisão



Doce prisão.
Amarrado em seu coração estou.
Doce paixão.
É surreal estar ao seu lado.
Tudo se torna profundo .
Em seus lábios rasos encontro mel.
Néctar dos deuses .
Teus olhos cravejados de luz.
Me acertam como flecha.
Sua presença me torna grande.
Me faço feliz diante de ti.
Por você tudo posso.
Tudo faço.
Não á espaço para o medo de perder.
Apenas a felicidade de te ter.
E se a vida é feita de momentos,
contigo vivi os mais importantes.
Te amar é fácil como viver.
E viver é bom por te amar!

Micael A.. Andrade

domingo, 3 de julho de 2011

Perfeição



Perfeição admirada.
Perfeição perseguida.
Perfeição finita.
Tudo perfeito é sinal de final.
Quando se é perfeito é imutável.
O universo é perfeito?
Perfeitamente não.
Deus é perfeito?
Perfeitamente não.
A vida se move constantemente.
Se transforma, evolui, conspira.
Deus não para e nos quer sempre melhores.
O perfeito é belo e finito.
Deus é justo na imperfeição de viver diferente a cada dia.
Se não erramos, não mudamos.
Errar é preciso.
Viver é preciso.
Não seja perfeito, o universo não é!
Seja feliz e viva.
Viva sem medo de errar.
Ninguém pode te julgar.
Todos somos imperfeitos.
Os Perfeitos são limitados e tolos.
A tolice da perfeição.
Quem encontra a perfeição está terminado,
e para de crescer.
Nas imperfeições evoluímos.
Perfeita imperfeição.

Micael Araújo Andrade

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Ausência



Dias áridos, sem vida.
Sem movimento, sem nada.
Deus se faz ausente.
Suas dores não são ouvidas.
Seus lamurios solitários.
Quando resta somente o silêncio,
E a fé para esperar.
E a espera é calma,
Deus te sorri.
Como alento e atento a seus ais.
Te força pela fé.
E  te faz saber o porque da ausência de um pai,
Um pai presente torcendo por você,para que você vença
seus problemas interiores e cresça, amadureça!
Deus não nos abandona, apenas dá chances de andarmos sós.
Nos ensina a ter equilíbrio da vida!

Micael A. Andrade

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Ladeira



Descendo a ladeira da vida, vejo rostos.
Sorrindo estão, então será que sim?
Cada passante é um marco, uma marca.
Marcas da vida.
Marcados ficamos e esquecidos se fomos.
Aquecidos pela vida vivemos cada momento sem pensar.
Se pensássemos pouco viveríamos.
Aos que pensa em demasia resta á monotonia.
Aos que nada pensam tropeços na ladeira.
Ladeira vem, ladeira vai.
Muitas vezes nos enroscamos entre vielas.
O que nos resta é a fé.
Fé no amanhã.
Fé no viver.
Fé na vida.
Descendo a ladeira me vou, sorrindo como bobo.
Atrás do que se foi e do que virá.
Cada passo um sopro de vida.
Cada instante um fragmento.
E a fé ao meu lado.
Sorrindo como criança.
E quando ela se perde na ladeira fica tudo escuro.
Peço ao mensageiro uma lanterna e agüento mais um pouco.
E a fé aparece, mais forte do que outrora fora.
Sorria a fé move mais do que montanhas!
Move vidas!

Micael A. Andrade

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Tarde cinza.



Tristes tardes solenes.
Tudo cinza e sem movimento.
Estático.
Regressivo pensamento.
De regresso ao que foi vivido.
Se  feliz estou.
Triste então.
Os dias congelados na minha mente.
Derretem meu peito.
O coração bate devagar e baixinho.
Cicatrizes do viver.
Coisas mal resolvidas ou vividas!
Vontade de viver diferente.
Vontade de ser diferente.
Será?
Sou o passado e ele me fez assim.
Assim sou e com certeza escolhi ser.
Cada imagem congelada me tornou o que sou hoje.
E chega a garoa fina congelando o passado.
Trazendo vida fresca ao meu viver!

Micael A. Andrade

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Verdade



Verdade , verdade, verdade!
Cada tem a sua!
Muitos dizem que encontraram a verdade.
Que verdade?
Como saber que a sua verdade é o caminho?
Quantos caminhos tomamos?
Quantas verdades ouvimos!
Serão todas verdades?
Incrível a hipocrisia humana.
Quantas pessoas mentem pra si, se iludem.
Com uma verdade criada para satisfazer corações vazios e sem esperança.
Tantos se intitulam certos ou puros.
Quem é puro?
Quem é imaculado?
Ninguém.
Todos temos a verdade que merecemos.
Mas o caminho para a felicidade é o amor.
E sempre uma verdade pode se tornar uma mentira.
O verdadeiro amor é a verdade!
Deus nos ensine o que é amor.
A verdade só tu sabes!

Micael A. Andrade

domingo, 10 de abril de 2011

Parcela


Teu caminho cheio de empecilhos!
Cheio de dores!
Cheio de você.
Estamos cheios de orgulho.
De egoísmo.
Soberba!
Sim estamos, e não fale é mesmo!
Você também leva no coração algum destes sentimentos escuros.
A intensidade você só que sabe.
SE observe por um dia com um olhar crítico,
sem culpa.
Esses tipos de sentimentos geram mazelas e maldades!
Geram assassinos, ladrões, viciados, marginais!
Sim cada gesto nosso faz o mundo.
Não se horrorize como se você fosse diferente.
Não somos!
O mundo é feito por nós, por isso o mundo é assim!
Cada mazela é culpa sua, minha e de todos!
Precisamos mudar nosso modo de pensar e agir.
Seguir padrões diferentes que a sociedade nos impõe!
Competição e status são grandes males da humanidade.
E  todos carregamos isso conosco.
Se alguém se ofendeu é hipócrita ou cego.
Minha intenção não é essa.
Quer um mundo melhor?
Mude seu coração, seu interior!
Muitas vezes para massagear o ego é preciso causar dano a alguém.
Massageie o coração fazendo algo de bom ao próximo.
Sem alardes.
Pratique o verdadeiro amor!

quinta-feira, 31 de março de 2011

Quando


Quando tudo for saudade.
Solidão.
Quando as lágrimas rolarem do coração.
Quando se sentir vencido!
Fraco e sem vontade de viver.
Quando começar a enxergar a vida sem cor.
Quando quiseres morrer.
Lembre-se que existe uma saída, mesmo que você não enxergue.
Você pode superar tudo.
Só depende do tamanho da sua alma.
Só depende da fé.Os frutos da fé são sentidos nas dificuldades.
Quem nunca teve problemas desconhece o crescimento espiritual.
Todo problema é superável.
Basta ter fé.
E saber que Deus te quer sorrindo.
Todos sofrem, só os fortes superam!
Os fracos se entregam.

Micael Araújo Andrade

quarta-feira, 9 de março de 2011

Asas da esperança



Me leva nos seus braços redentor.
Me conduz ao caminho da luz.
Me torna melhor.
Me mostra o que é felicidade.
Me retenha na fé.
Me mantenha em pé.
Se eu cair que tenha força para levantar.
Se eu sofrer seja só mais um aprendizado.
Cada lágrima apenas uma emoção.
Cada sorriso um obrigado por viver.
Nos abraços eu transmita paz e amor.
Nas contendas só reste um perdão.
Aos inimigos a luz do amor.
Aos amigos toda benção.
Sou vencedor, sou feliz pelo que Deus me deu.
Erro para aprender.
Acerto para evoluir.
Perdoar é necessário, pois sou falho.
Nas asas da esperança vou voando!
Querendo um alento de um momento de paz.
Momento esse que a esperança espalhe mundo a fora.
Que só reste um sentimento nesta Terra.
Amor!!

Micael A . Andrade

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Verdade



Permita – me voar!
Ser livre diante o mundo.
Na solidão ser alguém.
Apenas ser e não fazer cena.
Apenas crer e sentir.
Somente viver.
Quero ser feliz.
Quero a felicidade plena.
Ser pleno é humano?
Completo quem é?
Somos erros e acertos!
A vida é plena, plena de desafios.
Não se aprende somente rindo.
Tão somente chorando.
Os desafios nos trazem esperança.
Palavra bonita e pouco compreendida.
De esperança é tecida a vida.
Vida plena.
Pleno teatro.
No espetáculo vence quem encena melhor.
A vida é um teatro de máscaras.
Sobrevive melhor quem é exímio ator.
Essa arte é finda e vazia depois da passagem.
Quando passamos e votamos da escola vida, somente fica as emoções verdadeiras.
Micael A. Andrade

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Passageiros





Pessoas passageiras, passam!
Vão e vem na roda da vida.
Poucas marcam, e as que ficam?
Quase nenhumas.
Em alguns momentos somos importantes e
noutros somos impecilhos ou descartáveis.
O que é eterno na vida?
Cada momento cravado no tempo da nossa alma.
E quantos foram importantes?
Relembrar o passado e reviver cada instante .
Degustar tais momentos.
Por um instante fui feliz, triste, magoado e tantos
sentimentos mais.
Tantas recordações e emoções não são passageiras, apenas as
pessoas são.
Se achas que não, olhe para trás e veja quantos ficaram no
passado!
A vida não para e as amizades também não!
Somos nômades de sentimentos, sempre querendo algo novo!
O novo só vem com pessoas novas.
E o que é novo se torna velho amanhã!
O amanhã partirá e
será velho!
Na verdade nos aproveitamos de alguém para aliviar nossa
existência.
E torna – lá mais interessante.

Micael Araújo Andrade

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Coagulo


Meus pensamentos coagulados diante de tanta ignorância!
Sim ignorância, o mal somente é ignorância!
Aquele que desconhece o fato do Amor ser o caminho para a paz!
Vive brigando e lutando, mas pra que lutar?
Se posso amar e ser amado?
É possível? Sim!
A maioria finge sentimentos e não gosta  dos que são verdadeiros.
Vivemos atrás de máscaras e nos perdemos nelas, pois tantas são!
Só que o coração é singular e não veste máscaras.
A sensação de poder ou superioridade quebra todas as máscaras de bondade!
Caem uma a uma!
E sobra somente o coração!
Daí o poder a alguém e verá seu coração!
Um coração fraco se corrompe fácil.
Se vende fácil e se torna egoísta.
Se isola e finge que não vê.
Mas sofre por saber que é pequeno e não se sustenta por muito tempo.
Meus pensamentos coagulados estão querendo fluir.
Pois sei que amo e isso basta!
Quem não ama é arrogante e só!
É válido pelo que tem e não pelo que é!
Me desespero em ver raríssimos corações que amam!
Aí é meu sangue que gela e me arrepia saber que pouco posso fazer, somente assistir.
Quanta ignorância!!

Micael Araújo Andrade
Um falso amigo é mais temível que um animal selvagem;o animal pode ferir o seu corpo,mas um falso amigo irá ferir sua alma.
Buda

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Você é o começo


Tudo bem,descontente e feliz.
Ardente a chama de viver sem porque.
Corpo errante e oscilante, doravante ao infinito.
Infinitos pensamentos vagantes no horizonte da alma.
Observo o mundo e logo critico.
Mas sou o que então?
Todos falam que o mundo está virado!
De pernas pro ar!
Tantas mazelas e torturas emocionais!
Mas se todos dizem mal do mundo quem é que faz errado?
Não será hipocrisia criticar algo que fazemos parte?
De onde parte o erro?
O problema está em nós.
Nós estamos errados e não o mundo.
Antes de criticar o outro.
O mundo.
Olhe seu coração, sua alma.
Com certeza verá muitas falhas.
E tantas falhas juntas formam esse planeta.
Não se sinta santo ou imaculado.
Isso ninguém é!
No dia que aceitarmos nossas falhas seremos melhores.
Olhar a falha alheia é fácil e cômodo.
Mas e você?
Não erra?
Talvez erre e não perceba ou percebe e vive se justificando!
As leis existem para freiar o ímpeto humano!
Infelizmente não sabemos viver em liberdade.
A liberdade expõe nosso verdadeiro eu.
Nem sempre tão bonito quanto pintamos.
Na ausência de olhares fazemos coisas inimagináveis.
O que fazemos quando estamos sós mostra quem somos!
Corpo vagante se ilumine e faça esse mundo melhor.
Apenas por seu caráter e não por leis.
O erro parte de nós, o mundo somos nós!
E só depende de você faze- lo melhor.

Micael Araújo Andrade

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Pingos na alma.



Ouço os pingos de chuva na madrugada.
Esse som  me faz bem, parece um silêncio falante!
Que me revela a alma.
Revela que estou vivo.
Tenho sangue pulsante nas veias.
Minha mente vaga pelo tempo!
Tudo que se foi e no que será!
Cada instante de uma vida vivida!
Cada pingo que cai lembra – me emoções!
O mosaico de uma vida é formado por emoções!
De vários tons e tamanhos!
Espero no final da vida ter pedacinhos claros no mosaico,
muito mais que os escuros.
A chuva  se cala, o silêncio eloqüente volta.
Minhas emoções borbulham.
Com um sorriso bobo de uma criança vou deitar.
Agora durmo feliz por saber que vivi!
E tudo que passei me tornou o que sou hoje.
Espero mais emoções e mais pingos de chuva no meu telhado.
E na minha alma!

Micael Araújo Andrade