terça-feira, 26 de março de 2013

Tempo





Tempo bom tempo, quanto tempo.
Tempo de sorrir.
Tempo de amar.
Tempo de errar.
Tempo de viver.
Sede de amor, de paixões.
Tudo novo.
Sem sentido.
Parece que tudo sabemos.
Pensamos saber.
Pensar, um pouco.
Mas o coração anda acelerado.
Coração que vaga, divaga.
Tantos porquês, poucas respostas!
Apesar de tudo, cá estou!
Tentando tolerar mais um pouco.
Procurando sentido no sentir.
Os porquês mudaram.
As respostas cortam a alma.
Mas por quê?
Por quê?
Porque não sei, existe algo mais forte que minha vontade.
Mais forte que os porquês e as respostas.
Essa alma que voa, peca,erra, vive e sonha!
Nesse sorriso levo uma criança, perdida no tempo,
que insiste em viver.
Viver e viver. Difícil às vezes.
Mas essa força me joga pra vida.
Mesmo quando quero dormir.
E sonhar pra não mais acordar!
Mas acordado estou.

Micael A. Andrade


Nenhum comentário: