sexta-feira, 1 de novembro de 2013




Pensando estava.
Pensando nas rusgas e farpas das relações
Humanas.
Tão humanas.
Parecem cheios esses viveres.
Na verdade vazios de sabedoria e amor.
Pensando nas pessoas sem opinião.
Doutrinadas e ensinadas, adestradas.
Qual a liberdade que quero ter.
Uma falsa liberdade?
Um viver pleno de caminhos fartos.
Posso mesmo escolher?
AS leis, dogmas, doutrinas e tantas outras cercas da alma.
Alma livre é que raciocina e revê seus conceitos.
Seus atos.
Ter a liberdade de crer com o coração.
Limitamo-nos com medo do outro.
Do que vão falar.
Cadê a tal liberdade.
Expressão ou impressão.
Talvez repressão.
Meu coração estava pesado.
Pesares da liberdade ao pensar.
A vida derrepente pesou.
As pessoas ficaram difíceis de conviver, entender.
Mas tudo tem resposta.
Adentrou um lindo beija-flor.
Bailando na massa invisível que nos sustenta.
Como um alento.
Um balsamo.
Um sorriso de Deus.
Sim. Entendi.
Viva e deixe viver.
Seja feliz.
Cada um tem a chance de melhorar.
Melhore-se.
Você tem liberdade de ser o que quer.
Como os outros também.
Amém!


Micael.

Nenhum comentário: