sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Pensar.



Inquietantes noites consumistas!


Consome meus pensamentos,sou objeto da loucura!

Vagando sobre a humanidade vou tecendo saber.

E o que é saber?

Será que a sabedoria é exata?

Exatamente não!

Exatos somos nós em sã loucura de viver.

Loucos e sedentos de respostas que já sabemos.

Porque então perguntas?

Medo de errar, o medo entorpece a alma!

Entorpecidos estamos.

Torpe é a vida, assim, enfadonha!

Cada dia um sentimento ou uma emoção!

Em busca de emoções corremos.

Pedras que correm! Sim rolando pela vida corremos!

Nos debatemos sem motivo!

Motivos,o que nos motiva?

A fé?

O amor?

O dinheiro?

Status?

Poder?

Não temos motivo,apenas procuramos meios para sobreviver e tornar menos chata

a vida.

Sim,no final todos seus sonhos e lutas se perdem no túmulo .

O que você levou?

Só pensamentos,pensastes o quanto pensas?

Pense mais e aja menos!

Deguste a vida,sinta a brisa de viver!

Não torne tempestade seu viver!

Engolido e arrastado será.

Toda sabedoria aprendida é finita,sempre algo a aprender!

Tolice é querer ser sábio!

Quem sabe o sabiá é sábio!

Sim,sábio ao cantar e não pensar,apenas cantar!

Nos cantos da vida escondesse a felicidade.

A felicidade de pensar sem pudores,sem rumo.

Apenas sinto o rumo de ser livre!!



Micael A. Andrade

5 comentários:

Érico Pena disse...

Além de bonito tbém é bem profundo! parabéns!

Anônimo disse...

Legal!

Neuro-Musical disse...

O que somos neste mundo tão grande? Somos pessoas buscando fazer a diferença e ser notáveis!

http://cerebro-musical.blogspot.com

Suzy Carvalho disse...

bonita poesia, e eh verdade, o medo nos limita de mtas oportunidades

Uberon disse...

parabéns!