terça-feira, 11 de agosto de 2009

Promessas!


Promessas!
Prometemos tantas coisas ao longo da vida,temos tanta força para sustentar tais promessas?
Como prometemos ser feliz,amar eternamente,prometemos nunca esquecer alguém,prometemos não pecar,não trair,não invejar,não amaldiçoar,prometemos fidelidade,lealdade,nossa!Quantas promessas e você pode falar:
-Eu não prometo nada.
Mentira,todos prometemos!
Queremos ser mais do que somos realmente.Não prometa,apenas faça o que tem que ser feito.
A cada dia existe uma situação nova na vida e de repente nos vimos presos a promessas.
Deixe as coisas fluírem com leveza,a vida é para ser sentida como uma brisa refrescante num dia de verão.
Calma,não prometa,faça,sem promessas,você sabe o futuro?Só assim não erraria.
Sua alma é eterna!Porque a pressa?
Viver é andar de bonde,descemos em algumas estações,subimos de volta até um dia chegamos pra parada final.
Voltamos em outro lugar,outro tempo,mas nada muda só se repete o trajecto com novos nomes e novas estações.
Por isso não prometa ou você correrá o risco de parar esse bonde,não verá as paisagens e murchara melancolicamente pouco a pouco como um anestesiado sem entusiasmo e vendo outros bondes passarem sem lhe dar bola,pois a vida não para.
Portanto não pare,movimente este bonde rumo a estação final que nos leva ao começo!

Promessas é o combustível da tristeza!

Micael Araújo Andrade

11/08/2009

Nenhum comentário: